Header Ads


Ministério da Saúde de Israel aprova uso emergencial do remédio Paxlovid contra covid-19

      As pílulas contra covid-19 da Pfizer já foram aprovadas para uso emergencial nos EUA.    —  Foto: Reprodução/Pfizer.
 
Ministério da Saúde de Israel aprova uso emergencial do remédio Paxlovid contra covid-19
Publicado no JASB em 28.dezembro.2021.  

Canal Exclusivo do Incentivo O medicamento foi criado pela Pfizer e já havia sido aprovado para uso emergencial nos Estados Unidos.
-
-
O Ministério da Saúde de Israel autorizou no último domingo (26/12) o uso emergencial da pílula contra covid-19 criada pela biofarmacêutica americana Pfizer. O remédio Paxlovid, o primeiro tratamento caseiro para o coronavírus, pode ser uma importante ferramenta na luta contra as variantes do SARS-CoV-2, especialmente a ômicron, que tem alto índice de contágio.

O governo de Israel assinou um acordo com a empresa e a previsão é que o medicamento chegue ao país nos próximos dias, informa o jornal israelense Haaretz.

Na última quarta (22/12), a Pfizer havia anunciado que a Food and Drug Administration (FDA) dos EUA, espécie de Vigilância Sanitária, autorizou o uso emergencial do Paxlovid para os americanos.
-
-
Os dados do ensaio clínico feitos pela biofarmacêutica mostraram que a capacidade de prevenir a hospitalização e morte provocadas pelo coronavírus chegou a 90% em pacientes com alto risco de agravamento da doença, revela o periódico israelense.

Dados laboratoriais recentes sugerem que a droga mantém a mesma eficácia contra a ômicron.

Verificamos a alta eficácia mesmo após cinco dias de tratamento […] Significa que temos tempo para tratar as pessoas e realmente fornecer um benefício em relação à saúde pública”, diz Annaliesa Anderson, chefe da pesquisa do Paxlovid da Pfizer, em entrevista à agência alemã de notícias Reuters em novembro.
-
-
O Haartez lembra que a FDA autorizou o medicamento oral para o tratamento dos quadros leves e moderados da covid-19 em adultos e crianças maiores de 12 anos, com peso superior a 40 kg, e que tenham alto risco de progressão para o cenário grave da doença.

O novo medicamento está disponível apenas por prescrição médica e deve ser iniciado o mais rápido possível após o diagnóstico de covid-19 ou até cinco dias após o início dos sintomas, segundo a FDA, citada pelo jornal.


O Paxlovid traz em sua composição um antiviral já conhecido, o ritonavir, e a recomendação da Vigilância Sanitária americana é que seja tomado a cada 12 horas durante cinco dias.

Por João Paulo Martins
JASB - Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil.
O jornalismo do Conexão Notícia precisa de você para continuar marcando ponto na vida das pessoas. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de qualquer valor, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado! Veja como doar aqui! 

Inscreva-se no canal do JASB no YouTubeWhatsAppTelegram ou Facebook.

Federalização:
-
-
Presidente da Frente parlamentar comenta a publicação do Reajuste no Diário Oficial da União 

      Dep. Hildo Rocha, presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Agentes Comunitários e de Combate às Endemias comenta a publicação do Reajuste no Diário Oficial da União   —  Foto/Reprodução.
 
Canal Exclusivo do Incentivo | O deputado Federal Hildo Rocha, presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias, de forma emocionante, comentou sobre a confirmação do Reajuste do Piso Salarial Nacional no Diário Oficial da União e sobre a existência de outros documentos, que apontam a conquista da categoria.  Leia a matéria completa, aqui! 

-
-
UPAs de Fortaleza registram mais de mil atendimentos por síndrome gripal por dia

      Fortaleza enfrenta epidemia de síndromes gripais.  —  Foto: Divulgação/ Yago Albuquerque.
 
Número corresponde a média de atendimentos na última semana. Faixa etária com maior número de casos é entre 20 a 29 anos. Mais da metade dos casos é classificada como "pouco grave", conforme dados do IntegraSUS. Veja a matéria completa, aqui!
-
-
Conteúdo relacionado:

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.