Header Ads


O quê deu errado? A FNARAS garantiu que o Orçamento do Reajuste do Piso de R$ 1.920 estava garantido.

      Representantes da Associação FNARAS garantiram, desde a semana passada, que negociaram o Reajuste do Piso de R$ 1.920 com o Relator do Orçamento, deputado Hugo Leal.  —  Foto: Divulgação.
 
O quê deu errado? A FNARAS garantiu que o Orçamento do Reajuste do Piso de R$ 1.920 estava garantido.
Publicado no JASB em 21.dezembro.2021.  

Canal da Federalização | Os agentes comunitários de saúde e agentes de combate às endemias de todos o país, que acreditaram nas narrativas dos representantes da Associação FNARAS, amargaram uma grande frustação e decepção, infelizmente. 
Nenhuma das narrativas ostentada pelos que se colocam como representante desse Fórum, se cumpriu. 
-
-
Tanto agentes comunitários como de combate às endemias se deparam com o maior fiasco de toda a história das duas categorias, lamentavelmente!

O demonstrativo de valores abaixo, criado pela representação da FNARAS, revela o Orçamento necessário para os R$ 1.920. Veja no vídeo  publicado pela associação em 13.dezembro.2021, a narrativa de que o Orçamento para o pagamento do reajuste que estava sendo divulgado já estava confirmado.

      Valores apresentados aos ACS/ACE de todo o país pela Associação FNARAS.  —  Foto: Divulgação.

A advogada Elane Alves, contratada pela Associação, comentou sobre a proposta de um novo valor para o Piso Salarial Nacional, no caso, R$ 1.920 (mil, novecentos e vinte reais). Segundo as informações apresentadas, esse valor substituiria os dois salários, proposto pela direção da CONACS com a PEC 22.

-
-
"Ontem nós apresentamos uma Proposta de valor do Piso Salarial Nacional, que foi apresentado e foi dado sinal verdade para o valor pelo relator do orçamento, Hugo Leal." Segundo Elane, essa foi a segunda conversa que tiveram com o Relator do Orçamento, deputado federal Hugo Leal. No caso, Relator da CMO - Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização. 

Confira o vídeo com os esclarecimentos da advogada Elane:

      Representante da Fnaras afirmaram que havia orçamento para o Reajuste do Piso e que ele seria de R$ 1.920.  —  Foto: Divulgação.

Proposta amplamente divulgada pela Fnaras
O Reajuste de R$ 1.920 foi apresentado como sendo de exclusiva iniciativa da nova associação Fnaras. Uma ótima alternativa, sem dúvida alguma, se não fosse um grande engano, uma narrativa que apenas criou uma falsa expectativa na categoria, gerando decepção.
-
-
Realmente o valor seria ótimo, melhor do que não haver reajuste, se afirmou na live do dia 13/12. É verdade, melhor alguma coisa do que nada! Contudo, não seria mais democrático se a categoria tivesse sido informada de que não existia Orçamento para garantir tal valor? Não seria melhor a transparência do que criar afirmação sem nenhuma garantia?

Foi informado na live, de que a  proposta não foi preparada de última hora, contudo, estava sendo apresentada aos 45 minutos do segundo tempo. Segundo os fnarianos, o valor já havia sido pactuado com o Hugo Leal." Segundo Elane, essa foi a segunda conversa que tiveram com o Relator do Orçamento, deputado Hugo Leal


Então, o que houve? O que é que deu errado? Por que os ACS/ACE tiveram que passar por esse grande constrangimento, inclusive, entrando em embates nas redes sociais contra os que defendiam a PEC 22. Ora, desde que surgiu a Associação Fnaras, que os ACS/ACE do país caíram numa grande divisão. Se a união dos agentes a nível nacional já não estava muito bem, agora passou a receber estímulo para que estejam divididos, graças a FNARAS.
-
-
Reflexão: Mas, conhecendo ele (JESUS) os seus pensamentos, disse-lhes: Todo o reino, dividido contra si mesmo, será assolado; e a casa, dividida contra si mesma, cairá. Lucas 11:17

O alerta de Cosmo Mariz 
No dia 16/12, publicamos o alerta do sindicalista, Cosmo Mariz alertou que os agentes de saúde estavam sendo induzidos em erro e que tal situação poderia prejudicar o Piso Nacional em 2022, com a conversa de um suposto piso de R$ 1.920,00, a partir de janeiro.

O perfil da FNARAS
A Associação FNARAS é uma representação sem CNPJ (pelo menos até o dia de hoje), e que ficou conhecida nacionalmente pelos ataques em redes sociais contra a CONACS - Confederação Nacional dos Agentes de Saúde, inclusive, usando métodos extremamente questionáveis. Quem teve a oportunidade de participar dos grupos de WhatsApp da associação, assim que foram criados, tiveram o dessabor, a decepção, de presenciar as guerras diárias que faziam entre os próprios diretores. 

JASB - Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil.

O jornalismo do Conexão Notícia precisa de você para continuar marcando ponto na vida das pessoas. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de qualquer valor, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado! Veja como doar aqui! 

Inscreva-se no canal do JASB no YouTubeWhatsAppTelegram ou Facebook.

-
-
Oposição à CONACS usa as redes sociais para cometer crimes contra Ilda Angelica

      Oposição à CONACS usa as Redes Sociais para atacar a presidente, Ilda Angélica. —  Foto: Divulgação.
 
Não há palavra que possa classificar o ato perverso e inescrupuloso usado para destruir a imagem da diretora presidente da CONACS - Confederação Nacional dos Agentes de Saúde, Ilda Angélica Correia. Agindo como se a internet fosse um "mundo sem leis," usam as Redes Sociais para atacar a qual pessoa que represente uma ameaça ao plano de poder e dominação dos Agentes Comunitários e de Combate às Endemias. Leia a matéria completa, aqui! 

-
-
Demissões em Massa: Texto da PEC 14/2021, se aprovada, abrirá as portas para mais demissões

 Agentes comunitários de saúde e agentes de combate às endemias poderão sofrer ainda mais com as demissões em massa, caso a PEC 14 seja aprovada.   —  Foto: ilustrativa.
 
Infelizmente o egoísmo de poucos poderá prejudicar a muitos, caso os alertas que fazemos continuem sendo ignorados. Entendam o caso!  Veja a matéria completa, aqui!
Conteúdo relacionado:

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.