Header Ads


Cuidado do Agente Comunitário de Saúde com o acometido por hanseníase

        Os  Agente Comunitários de Saúde  são aqueles profissionais que tem o primeiro contato com os paciente da unidade de saúde.   —  Foto: Reprodução.
 
Cuidado do Agente Comunitário de Saúde com o acometido por hanseníase
Publicado no JASB em 14.janeiro.2022.  

PIS/PASEP Qual é o profissional mais importante em uma Unidade de Saúde? Todos. Sim, todos. Cada profissional, que ali está, tem o objetivo de desenvolver o cuidado e despertar o interesse da prevenção em seus clientes/pacientes (com exceção de alguns que destoam da maioria). Da responsável pela higienização da unidade ao odontólogo. Todos. Mas hoje vamos dar ênfase a um grupo que nem sempre é lembrado e valorizado quando se fala em Unidade de Saúde – os Agentes Comunitários de Saúde.
-
-
Os Agentes Comunitários de Saúde são aqueles profissionais que tem o primeiro contato com a clientela da unidade. Que durante as visitas domiciliares vão descobrindo, o que cada família, de sua área de abrangência precisa. Que medicamento toma, que doença tem, se tem gestante, idoso ou recém-nascido com vacina atrasada. Que percebe uma mancha e suspeita de hanseníase. Que agenda as visitas dos demais profissionais da unidade, para atuarem num caso especifico. Que convida para as palestras e rodas de conversa. Que leva informação da unidade e traz informação das famílias.

São profissionais de nível médio e em algumas regiões do Brasil fundamental, mas que fazem cursos técnico ou faculdade e seguem atuando como agentes. Não por falta de oportunidade de um novo trabalho, mas por amarem o que fazem todos os dias – cuidar do próximo. Palmas para vocês. São exemplo. Conheço pessoas assim.

-
-
No caso especifico da hanseníase, os Agentes Comunitários de Saúde, desenvolvem papel primordial. Enquanto a restante da equipe, está cuidando dos clientes/pacientes na unidade, os agentes estão nas visitas domiciliares, identificando possíveis suspeitos e encaminhando-os para atendimento. Estão realizando a busca ativa, de um contato de paciente em tratamento, por exemplo. Motivo? Por medo de estar doente, opta por não ir à unidade, faltando no dia agendado para a avaliação. Neste momento o agente orienta, esclarece dúvidas e o tranquiliza sobre os procedimentos. Resgatando o contato e evitando a transmissão da doença (se ele estiver bacilífero) a pessoas suscetíveis.

É o agente que durante o tempo do tratamento da hanseníase (6 meses ou 12 meses), passa todo mês (ou mais vezes se o paciente é rebelde), para ver se você está tomando os medicamentos corretamente ou se está sentindo alguma coisa diferente, após o uso da medicação. Orienta sobre os cuidados que precisa ter para não se machucar, já que apresenta áreas dormentes e os acidentes são comuns. E ainda reforça as orientações para evitar as incapacidades.

E no seu retorno a unidade divide com a equipe as informações que obteve durante as visitas. Para assim planejarem as ações. Além de registrar tudo para alimentar sistemas de informações do Sus.
-
-

Durante e após meu tratamento da hanseníase, dividi com os Agentes Comunitários de Saúde minha experiência, como passei pelos 15 meses de tratamento, as dores, as sequelas, enfim, no intuito de colaborar e despertar na maioria, a importância do cuidado com nossos pacientes enfermos. Somente quando você se coloca no lugar do outro ou passa pelo mesmo problema entendo o poder do cuidado.

Abraço a todos!

Marines Uhde, Enfermeira.

JASB - Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil.
O jornalismo do Conexão Notícia precisa de você para continuar marcando ponto na vida das pessoas. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de qualquer valor, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado! Veja como doar aqui! 

Inscreva-se no canal do JASB no YouTubeWhatsAppTelegram ou Facebook.
-
-
VEJA TAMBÉM:

Covid-19: quase 9 mil brasileiros vacinados morreram em julho de 2021.

         Os números aparecem em um levantamento realizado pela Revista Oeste.    —  Foto/Reprodução/Tomaz Silva/Agência Brasil.
  
Das 38,3 mil mortes relacionadas à covid-19 registradas pelo Ministério da Saúde (MS) em julho no Brasil, 8,8 mil foram de pacientes que haviam recebido ao menos uma dose de imunizante para combater a doença. Ao todo, 4 mil pessoas que morreram já haviam recebido a segunda injeção. Veja a matéria completa, aqui!

Trabalho dos agentes de saúde gera uma economia anual de R$ 48 bilhões aos cofres públicos 
      Trabalho dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias geram saúde e economia para o Brasil.  —  Foto: Divulgação.
 
Conforme avaliação realizada pelo JASB - Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil, o impacto positivo do trabalho realizado pelos agentes comunitários de saúde e agentes de combate às endemias gera uma economia anula de R$ 48 bilhões aos cofres públicos públicos brasileiros. Leia a matéria completa, aqui! 

-
-
14º Incentivo Financeiro Adicional:


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.