Header Ads


Vacinados com Coronavac podem precisar de 2 reforços contra ômicron, diz estudo

      Aplicada no Brasil e em outros 47 países, a coronavac apresentou eficiência limitada contra a ômicron.   —  Foto: Reprodução.
 
Vacinados com Coronavac podem precisar de 2 reforços contra ômicron, diz estudo
Publicado no JASB em 02.janeiro.2022.  

Canal Exclusivo do Incentivo RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) - Um estudo preliminar indicou que pessoas imunizadas com a vacina Coronavac podem precisar de 2 doses de reforço contra a variante ômicron do coronavírus.
-
-
A pesquisa foi publicada no site especializado medRxiv e envolveu mais de 100 participantes. Cientistas da Universidade de Yale, nos Estados Unidos, do Ministério da Saúde da República Dominicana e de outras instituições participaram do estudo.


Aplicada no Brasil e em outros 47 países, a coronavac apresentou eficiência limitada contra a ômicron, variante do vírus causador da Covid-19.

"Em termos de saúde pública, 2 doses de Coronavac são insuficientes para neutralizar o Omicron. Portanto, quem tomou CoronaVac pode precisar de 2 doses de reforço adicionais para atingir os níveis necessários contra Omicron", afirmou Akiko Iwasaka, professora da Escola de Medicina da Universidade de Yale.
-
-
É bom destacar que o estudo se trata de um preprint, isto é, uma versão preliminar do artigo definitivo, sujeita a ajustes.

O Brasil fechou 2021 com 619.109 pessoas mortas pela covid-19 desde o começo da pandemia e 22,2 milhões de brasileiros diagnosticados com a doença.


Mais de 140 milhões de brasileiros estão com a imunização completa, ou seja, já tomaram a dose única ou a segunda dose da vacina.

 SAULO PEREIRA GUIMARÃES 

JASB - Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil.
O jornalismo do Conexão Notícia precisa de você para continuar marcando ponto na vida das pessoas. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de qualquer valor, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado! Veja como doar aqui! 

Inscreva-se no canal do JASB no YouTubeWhatsAppTelegram ou Facebook.

Servidores anunciam paralisação em janeiro e greve em fevereiro por reajuste salarial

      Presidente Jair Bolsonaro e ministro da Economia, Paulo Guedes em Brasília.   —  Foto: Reprodução/Ueslei Marcelino - 22.out.2021/Reuters.
 
Representantes da elite do funcionalismo decidiram que, para pressionar o governo federal a conceder reajuste salarial generalizado, poderão ocorrer paralisações de um ou dois dias em janeiro e até mesmo uma greve geral, sem prazo para terminar, a partir de fevereiro. FOLHA DE S.PAULO. Veja a matéria completa, aqui!

Formação técnica e as expectativas dos agentes comunitários e de endemias

      Programa Saúde com Agente e as expectativas dos agentes comunitários e de endemias.   —  Foto: Reprodução.
 
Luta histórica, iniciativa que vai promover a formação técnica de agentes comunitários de saúde (ACS) e agentes de combate a endemias (ACE) é apoiada por entidades representativas das categorias, mas sofre críticas de instituições formadoras do SUS.

-
-
Conteúdo relacionado:


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.