Header Ads


FNARAS presente no Seminário Estadual dos ACS e ACE do Amazonas.

     Diretores da Associação FNARAS e a advogada Elane Alves, assessora da instituição.  —  Foto: Reprodução.
 
FNARAS presente no Seminário Estadual dos ACS e ACE do Amazonas.
Publicado no JASB em 25.outubro.2021.  

Camisas para ACS/ACE | Alguns diretores da Associação Fnaras - Fórum Nacional das Representações dos ACS e ACE participaram do Seminário Estadual dos ACS e ACE do Amazonas.

Na última sexta-feira, 22/10, aconteceu o primeiro Seminário Estadual dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias promovido pelo SINDAGENTE/AM e prestigiado por alguns diretores da FNARAS. 

O evento contou com a participação de representações de agentes de endemias dos mais diversos recantos do Estado do Amazonas, além dos agentes da capital.


Por lá também passaram os Deputados José Ricardo e Delegado Pablo, o que foi interpretado pelos diretores da Associação como demonstração do bom trabalho de articulação da categoria da base, aliando numa pauta comum dos ACS e ACE, oposições políticas históricas, um dos principais pontos de interesse da instituição. 

Lançamento: Camisetas profissionais de ACS e ACE. Confira os modelos!

A direção da Associação FNARAS considera que a Amazonas representa uma das regiões mais carentes de informação do Brasil, e fez refletir tal leitura no compartilhamento de informações sobre o evento ao descrever que "presenciou depoimentos fortes sobre a questão da precarização, maus tratos dos gestores com a categoria, desrespeito com as leis federais, se comovendo com a atitude de vários colegas que se deslocaram de 800 à 1000km pra estarem presentes e participarem desse evento e  aprenderem mais sobre as lutas e os direitos da categoria."

É importante refletir que os atuais mandatários da Associação FNARAS fizeram parte de entidade nacional por longos anos, portanto, não é de hoje que são conhecedores da situação da categoria de ACS/ACE a nível nacional. Em diversos momentos se depararam com informações do JASB - Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil, que denunciava a falta de acesso a direitos fundamentais de mais de 222.0000 (duzentos e vinte e dois mil) agentes comunitários e de combate às endemias. 


É importante que a categoria tenha o entendimento sobre a responsabilidade prévia de cada diretor da nova Associação. 

Quanto ao conteúdo indicado como prioridade, se sobressaiu a pauta da PEC 14/21 e, em segundo plano o reajuste do Piso Salarial. A representação da Associação FNARAS aproveitou a oportunidade para supervalorizar a entidade,  destacando que pode fazer mais por todos os Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias do Estado do Amazonas. A pergunta que fica é se os ex-diretores da CONACS, que hoje comanda a Associação, não podiam fazer antes? Ou se os agentes estão diante de mais do mesmo, ou seja, de uma Associação criada para comportar aos sindicalistas que não mais integravam a Confederação. Essas duas perguntas remete a reflexão sobre a realidade da categoria e as contradições dos discursos dos que dizem que vieram para salvar a categoria, mas que já faziam parte de entidade, onde poderiam fazer a diferença, caso houvesse interesse.


JASB - Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil

O jornalismo do Conexão Notícia precisa de você para continuar marcando ponto na vida das pessoas. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de qualquer valor, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado! Veja como doar aqui! 

Base da Associação Fnaras geme sem o Piso Nacional na capital da Bahia.

     Essa não é a primeira manifestação dos agentes de saúde, que pedem reajuste salarial.  —  Foto: Reprodução/TV Bahia.
 
Canal da FNARAS A AASA - Associação dos Agentes de Saúde do Estado da Bahia é filiada a Associação Fnaras  - Fórum Nacional das Representações dos ACS e ACE. O salário base dos agentes de salvador chegou a R$ 877. É isso mesmo: quatrocentos e setenta e sete reais. Infelizmente essa é a realidade da categoria na principal cidade baiana.


Conteúdo relacionado:

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.