Header Ads


Ministério da Saúde do Peru: Agentes Comunitários de Saúde em todo o país receberão benefícios extras

      Minsa promoverá bolsas abrangentes para Agentes Comunitários de Saúde em todo o país.  —  Foto: Divulgação/Minsa.
 
Ministério da Saúde do Peru: Agentes Comunitários de Saúde em todo o país receberão benefícios extras
Publicado no JASB em 09.dezembro.2021.  

Canal da Federalização  Nota de imprensa - As pensões do estudo, custos de certificação, grau e / ou qualificação e, inclusive, lanches e mobilidade local serão cobertos.

Com o objetivo de capacitar, formar e reconhecer o trabalho que os Agentes Comunitários de Saúde vêm realizando, o Ministério da Saúde (Minsa), em coordenação com a Organização Internacional de Cooperação “Parceiros na Saúde”, lançará a Bolsa de Excelência Acadêmica para a Comunidade Agentes de Saúde - período 2022. 
-
-
O diretor executivo de Promoção da Saúde de Minsa, Alexandro Saco, especificou que neste segundo grupo as bolsas irão cobrir as pensões de educação, despesas administrativas de certificação, licenciatura e / ou qualificação e, ainda, despesas indiretas como merenda, mobilidade local, úteis secretária, bem como a possibilidade do bolseiro realizar estágios.

“Vamos disponibilizar pelo menos cinco bolsas integrais para os nossos Agentes Comunitários de Saúde com vontade de melhorar e com o objetivo de iniciar uma carreira profissionalizante a nível técnico, que lhes permita ter uma actividade profissional a curto prazo. Os interessados ​​podem se inscrever até o dia 16 de dezembro no seguinte link: https://bit.ly/becaACS ”, detalhou.

Acrescentou que os candidatos também podem ser licenciados ou alunos do último ano do ensino secundário de instituições públicas ou privadas reconhecidas pelo Ministério da Educação, com ou sem admissão a uma instituição de ensino superior de nível técnico.


Não é imprescindível, mas serão valorizados os candidatos com alto rendimento acadêmico que optaram por cursar uma carreira complementar ao trabalho de Agente Comunitário de Saúde ou carreiras alinhadas com o que é exigido em seu estabelecimento de saúde. Também aqueles que vêm de famílias em situação de pobreza e apresentam algum grau de vulnerabilidade ”, destacou Saco.
-
-
Os bolsistas poderão iniciar ou dar continuidade aos estudos em universidades e institutos licenciados pela Superintendência Nacional de Ensino Superior Universitário (SUNEDU) e Ministério da Educação, e institutos criados por Lei (Sencico, Senati, Cenfotur e IESTP FF). AA.).

A Bolsa será atribuída pelo período de duração do curso de acordo com o currículo ou plano de estudos, com a duração máxima de trinta e seis meses.

JASB - Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil com informações do Ministério da Saúde do Peru. 

O jornalismo do Conexão Notícia precisa de você para continuar marcando ponto na vida das pessoas. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de qualquer valor, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado! Veja como doar aqui! 

Inscreva-se no canal do JASB no YouTubeWhatsAppTelegram ou Facebook.
-
-
Alerta: CONACS em Brasília, focada na defesa do Reajuste do Piso Nacional. 

     Ilda Angélica Correia, diretores presidente da CONACS e apoiador deputado Marcelo Ramos, vice-presidente da Câmara dos Deputados.  —  Foto: Divulgação.
 
Canal da Federalização | Ilda Angélica Correia, diretora presidente da CONACS sinalizou que ainda há possibilidade de avanços nas pautas das categorias de ACS/ACE. 
Ao lado do deputado federal Marcelo Ramos, vice-presidente da Câmara dos Deputados, a líder nacional dos agentes de saúde informou que continua realizando articulações no Congresso Nacional...

VEJA TAMBÉM:
-
-
Piso: Quais os riscos de não haver reajuste, quais impactos do adiamento de hoje?

     Ilda Angélica fala aos colegas no Congresso e de todo o Brasil, via transmissoras do Congresso. O que realmente está ocorrendo em Brasília?  —  Foto: Reprodução.
 
Canal da CONACS Na avaliação de Ilda Angélica Correia, diretora presidente da CONACS o adiamento foi positivo, já que será necessário 257 votos na Câmara dos Deputados e mais 42 no Senado Federal. A líder da categoria afirmou que a votação não seria positivo, caso ocorresse na última terça-feira (07/12). Tal afirmação tem relação direta com o número de deputados e senadores... Veja a matéria completa, aqui!
Conteúdo relacionado:

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.