Header Ads


Covid-19: Brasil tem 21,73 milhões de casos e 605,8 mil mortes

     As mortes em decorrência da covid-19 foram para 605.804.  —  Foto: Reprodução.
 
Covid-19: Brasil tem 21,73 milhões de casos e 605,8 mil mortes
Publicado no JASB em 26.outubro.2021.  

Camisas para ACS/ACE Em 24 horas, foram registrados 5,7 mil casos e 160 óbitos.
 
Os casos de covid-19 desde o princípio da pandemia, no ano passado, somaram 21.735.560. Em 24 horas, secretarias de Saúde de estados e municípios registraram 5.797 pessoas com covid-19. Anteontem (24), a soma de casos acumulados estava em 21.729.763.

Há 207.213 casos de pessoas que tiveram o quadro de covid-19 confirmado e permanecem em acompanhamento.

As mortes em decorrência da covid-19 foram para 605.804. Entre anteontem e ontem (25), órgãos de saúde confirmaram 160 mortes. Ontem, o painel de informações da pandemia marcava 605.644 óbitos.

Há 3.041 óbitos em investigação. Essa situação ocorre pelo fato de haver casos em que o paciente morreu, mas a investigação se a causa foi covid-19 vai demandar exames e procedimentos posteriores.

Lançamento: Camisetas profissionais de ACS e ACE. Confira os modelos!

As estatísticas foram divulgadas na noite desta segunda-feira no balanço diário do Ministério da Saúde. O documento consolida informações sobre casos e mortes levantadas pelas secretarias municipais e estaduais de Saúde.


Até esta segunda-feira, 20.922.633 pessoas se recuperaram da covid-19. O número corresponde a 96,3% das pessoas que contraíram a doença desde o início da pandemia.  

Os números em geral são menores aos sábados, domingos e segundas-feiras em razão da redução de equipes para a alimentação dos dados. Após os fins-de-semana ou feriados, em geral, há mais registros diários pelo acúmulo de dados atualizados.

Estados
Segundo o balanço do Ministério da Saúde, no topo do ranking de estados com mais mortes por covid-19 registradas até o momento estão São Paulo (151.545), Rio de Janeiro (68.004), Minas Gerais (55.401), Paraná (40.291) e Rio Grande do Sul (35.334).

Os estados com menos óbitos são: Acre (1.844), Amapá (1.991), Roraima (2.029), Tocantins (3.864) e Sergipe (6.027).

Boletim epidemiológico 25.10.2021 - Ministério da Saúde

Vacinação
No total, até o início da noite desta segunda-feira, o sistema do Ministério da Saúde marcava a aplicação de 269,1 milhões de doses no Brasil, sendo 153,6 milhões da primeira dose e 115,4 milhões da segunda dose e dose única.


Quando considerados apenas os dados consolidados no sistema do Programa Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde, foram aplicadas 265,5 milhões, sendo 150,3 milhões da primeira dose e 109,1 milhões da segunda dose.

Foram aplicadas de 5,8 milhões doses de reforço e 286 mil doses adicionais de imunossuprimidos. No total, foram distribuídas 320 milhões de doses a estados e municípios, tendo sido entregues 313,8 milhões e 6,1 milhões estão em processo de distribuição.

Matéria atualizada às 20h33 para atualização de informações

Edição: Fábio Massalli
Por Jonas Valente – Repórter Agência Brasil - Brasília
JASB - Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil

O jornalismo do Conexão Notícia precisa de você para continuar marcando ponto na vida das pessoas. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de qualquer valor, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado! Veja como doar aqui! 

Inscreva-se no canal do JASB no YouTubeWhatsAppTelegram ou Facebook.



Base da Associação Fnaras geme sem o Piso Nacional na capital da Bahia.

     Essa não é a primeira manifestação dos agentes de saúde, que pedem reajuste salarial.  —  Foto: Reprodução/TV Bahia.
 
Canal da FNARAS A AASA - Associação dos Agentes de Saúde do Estado da Bahia é filiada a Associação Fnaras  - Fórum Nacional das Representações dos ACS e ACE. O salário base dos agentes de salvador chegou a R$ 877. É isso mesmo: quatrocentos e setenta e sete reais. Infelizmente essa é a realidade da categoria na principal cidade baiana.

Conteúdo relacionado:

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.