Header Ads


Aos 26 anos, jovem da periferia gera emprego para mais de 40 pessoas em Guarulhos (SP)

       Hamilton está trabalhando em um novo projeto: podcast de empreendedorismo.  —  Foto/Reprodução/Arquivo Pessoal.
 
Aos 26 anos, jovem da periferia gera emprego para mais de 40 pessoas em Guarulhos (SP)
Publicado no JASB em 21.junho.2022. Atualização  em 25.junho.2022.     

Grupos no WhatsApp “É muito gratificante poder fazer algo para melhorar a qualidade de vida de algumas famílias da minha comunidade”, diz Hamilton Moreira Rabello, um jovem empreendedor no bairro Pimentas, periferia de Guarulhos, na Grande São Paulo. Aos 26 anos, ele gera emprego e renda para mais de 40 pessoas na região. Por Alex Gonçalves, do R7*
-
-
Visionário, o rapaz atua no ramo de alimentos e bebidas, com restaurante, gastrobar, adega e até uma balada. “Tem muito morador aqui no Pimentas, e eu crio formas dessa gente toda ficar aqui e não ir para os grandes centros à procura de uma oportunidade de trabalho”, inicia.

Inspirado no empresário Luciano Hang, dono da Havan, o jovem quer conquistar reconhecimento por um legado: o impacto social e transformador na vida dos moradores da região. “Quando abri o meu primeiro comércio, morei sete meses dentro dele, dormia num sofá de dois lugares, foi a parte mais sofrida do meu sonho, hoje sei que os dias difíceis valeram a pena, não só para mim, mas para muita gente impactada pelo meu negócio”, diz.

Hamilton conta que sempre teve o desejo de abrir um negócio próprio, mas que faltou conhecimento no início de sua jornada. “Eu sabia o que queria fazer, guardei dinheiro para investir, mas não tinha ninguém naquele momento para se ter uma referência e em qual modelo de negócio apostar.”


A irmã do empreendedor, Luana de Oliveira Rabello, 23 anos, gerente de negócios se mostra orgulhosa pela iniciativa do irmão mais velho. “Atualmente, a quantidade de empregos geradas com os empreendimentos é o que mantém financeiramente muitas das famílias na comunidade.”
-
-
Para ela, trabalhar com o irmão trouxe enormes aprendizados. “O sucesso depende do nosso empenho e esforço para fazer dar certo, não podemos desistir em momento algum. É preciso administrar o nosso tempo com qualidade, para tornar o sonho em realidade”, diz.

Os empreendimentos de Hamilton abriram portas para que pessoas como o músico de Lucas Golineli Silva, 23, não precisasse desistir dos sonhos. Apaixonado pela música, o jovem sofreu os impactos da pandemia da Covid-19 na carreira e precisou encontrar um novo sustento. “A minha vida toda estive nos palcos. Com a chegada da minha filha em meio a pandemia, tive que me reinventar, estudar outras áreas e desenvolver outras competências para poder sobreviver”, diz.

Aos poucos o músico, ganhou a confiança do empreendedor até ficar responsável pela gestão dos comércios. Hoje, Lucas desempenha as funções de gestor e também sobe aos palcos nas horas vagas nos próprios comércios onde trabalha.

O músico também faz uma reflexão, para ele é preciso ter uma nova forma de entender e olhar para quem mora na periferia. “Não somos um aglomerado de eleitores em potencial, suscetíveis a promessas mentirosas regadas de falsas esperanças. Somos pessoas reais, com necessidades reais, descendentes de um povo que nos deixou 'o exemplo', como herança, não imóveis, automóveis e outros bens. Temos as mesmas capacidades, os mesmos anseios e vivemos no mesmo mundo onde o combustível está R$10 acredite", desabafa.
-
-
Os sonhos de Hamilton não param, ele ainda adiantou que está num novo projeto, um Podcast focado em empreendedorismo. “Traremos pessoas da própria comunidade com histórias reais sobre como saíram do zero e conseguiram montar um negócio de sucesso. A ideia é inspirar as novas gerações mostrando que é possível empreender na favela”, diz.

     Luana e o músico de Lucas são da periferia de SP e trabalham com Hamilton – Fotos: divulgação / redes sociais.

O foco do empreendedor, além de fornecer trabalho para pessoas da periferia onde cresceu, também é promover entretenimento de qualidade para os moradores. O jovem acredita que os seus empreendimentos trouxeram um novo olhar para a região, muitas pessoas deixam de ir aos grandes centros da cidade curtir a noite para viver a experiências dos comércios que ele criou no bairro.


Para Hamilton, por trás do sucesso existe muito trabalho e dedicação. “A gente que nasce na favela tem um caminho mais duro para conseguir empreender, mas é possível. Para se destacar é preciso fazer algo diferente. Não é conduzindo o básico, trabalhando 8h por dia que você vai ser diferente de todos os outros. Se você fizer o mesmo que os outros estão fazendo, você continuará no mesmo lugar. Por isso meu conselho é que se faça sempre algo a mais”, conclui.

*Estagiário do R7 sob supervisão de Karla Dunder
-
-
 Receba notícias direto no celular  entrando nos nossos grupos. Clique na opção preferida:
 WhatsApp , Telegram   Facebook  ou Inscreva-se no canal do  JASB no YouTube 


Autorizada a reprodução, desde que a fonte seja citada com o link da matéria.


JASB - Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil.
O jornalismo do JASB - Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil precisa de você para continuar marcando ponto na vida da categoria. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de qualquer valor, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado! Veja como doar aqui! 
-
-
Pagamento do Piso: Confira a lista das cidades que já pagaram os R$ 2.424. 

        Confira a primeira lista nacional das cidades que já pagam ou formalizaram o pagamento do novo Piso Nacional dos ACS e ACE.     —  Foto/Reprodução.
 
Dobra o número de cidades que pagam o novo Piso aos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias . Confira a lista das cidades que já pagaram o novo Piso, aqui!
-
-
CONASEMS emite nota técnica informando que os municípios são obrigados a pagar o novo Piso.

        Nota técnica do CONASEMS reconhece o direito dos Agentes Comunitários e de Combate às Endemias ao novo Piso de R$ 2.424.     —  Foto/Reprodução.
 
O CONASEMS - Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde, por meio de Nota Técnica, manifestou-se favoravelmente aos agentes comunitários de saúde e agentes de combate às endemias, quanto as questões relacionadas ao pagamento do novo Piso Salarial Nacional, conforme valores estabelecidos pela Emenda Constitucional 120/2022. 

-
-
Conteúdo relacionado:


Tecnologia do Blogger.