Header Ads


PORTARIA GM/MS Nº 2.396/2021: Trata do Pagamento por Desempenho e Incentivo

   Publicada portaria de transferência dos incentivos financeiros de custeio na APS.   —  Foto/Reprodução.
 
PORTARIA GM/MS Nº 2.396/2021: Trata do Pagamento por Desempenho e Incentivo 
Publicado no Conexão Notícia em 26.setembro.2021.  

Agentes de Saúde |  PORTARIA GM/MS Nº 2.396, DE 22 DE SETEMBRO DE 2021.

O MINISTRO DE ESTADO DA SAÚDE SUBSTITUTO, no uso das atribuições que lhe conferem os incisos I e II do parágrafo único do art. 87 da Constituição Federal, resolve:

Art. 1º Ficam prorrogadas até a competência dezembro de 2021, as regras para transferência dos seguintes incentivos financeiros federais de custeio da Atenção Primária à Saúde, no âmbito do Programa Previne Brasil, previstos nos incisos II e III do art. 2º da Portaria GM/MS n° 166, de 27 de janeiro de 2021:

I – do pagamento por desempenho; e

II – do incentivo financeiro com base em critério populacional, considerada a prorrogação da Portaria GM/MS nº 985, de 17 de maio de 2021.


Art. 2º Os recursos orçamentários, de que trata esta Portaria, correrão por conta do orçamento do Ministério da Saúde, devendo onerar a Funcional Programática 10.301.5019.219A – Piso de Atenção Primária à Saúde – Plano Orçamentário 0009 – Incentivo Financeiro da APS – Pagamento por Desempenho e Plano Orçamentário 0008 – Incentivo Financeiro da APS – Capitação Ponderada, com previsão de transferência financeira para o ano de 2021 de R$ 783.593.848,44 (setecentos e oitenta e três milhões, quinhentos e noventa e três mil, oitocentos e quarenta e oito reais e quarenta e quatro centavos) e para o ano de 2022 de R$ 261.197.949,48 (duzentos e sessenta e um milhões, cento e noventa e sete mil, novecentos e quarenta e nove reais e quarenta e oito centavos), sendo:

I – R$ 471.000.000,00 (quatrocentos e setenta e um milhões de reais) referente ao incentivo do componente do Pagamento por Desempenho, de que trata o inciso II do artigo 2º da Portaria GM/MS n° 166, de 27 de janeiro de 2021, para o ano de 2021 e R$ 157.000.000,00 (cento e cinquenta e sete milhões de reais) para o ano de 2022; e


II – R$ 312.593.848,44 (trezentos e doze milhões, quinhentos e noventa e três mil, oitocentos e quarenta e oito reais e quarenta e quatro centavos) referente ao incentivo financeiro com base em critério populacional de que trata o inciso III do artigo 2º da Portaria GM/MS n° 166, de 27 de janeiro de 2021, para o ano de 2021 e R$ 104.197.949,48 (cento e quatro milhões, cento e noventa e sete mil, novecentos e quarenta e nove reais e quarenta e oito centavos) para o ano de 2022.


Art. 3º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

RODRIGO OTÁVIO MOREIRA DA CRUZ

CN - Conexão Notícia  e JASB - Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil 

O jornalismo do Conexão Notícia precisa de você para continuar marcando ponto na vida das pessoas. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de qualquer valor, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado! Veja como doar aqui!

Inscreva-se no canal do JASB no YouTubeWhatsAppTelegram ou Facebook.
 
LEIA TAMBÉM:
Emoção: 1.200 Agentes de Saúde irão concluir formação técnica iniciada em fevereiro.

Confira os preços baixos de nossa loja, aqui!

LEIA TAMBÉM:


Incentivo Financeiro destinado aos ACS/ACE poderá chegar à R$ 589 milhões

  Pagamento da parcela extra de final de ano deverá bater um recorde nesse ano, o que irá beneficia aos Agentes de Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias dos mais diversos recantos do país.   —  Foto/Reprodução.

Focar na garantia do pagamento da parcela extra do FNS - Fundo Nacional de Saúde é ampliar as possibilidades de garantia do pagamento desse recurso. 

LEIA TAMBÉM:


Morte de agente comunitária de saúde cauda comoção

   Lilian Oliveira Silva, agente comunitária de saúde.   —  Foto/Reprodução.
 
Câncer tira a vida de Lilian, agente comunitária de saúde em Aquidauana.

A agente comunitária de saúde Lilian Oliveira Silva, conhecida por atuar na Estratégia Saúde da Família (ESF) do bairro Guanandy, morreu. Natural de Araçatuba mas uma eterna aquidauanense de coração, ela vinha...  Veja a matéria e o vídeo completo, aqui!


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.