Header Ads


Ataques contra a CONACS tenta atrapalhar a Mobilização em defesa do Reajuste do Piso Nacional

        Enquanto a CONACS tenta garantir o Reajuste salarial da categoria,  uma onda de ataques tenta impedir o avanço da instituição.     —  Foto/Reprodução.
 
Ataques contra a CONACS tenta atrapalhar a Mobilização em defesa do Reajuste do Piso Nacional
Publicado no JASB em 02.março.2022.  Atualizado em 05.fevereiro.2022. 

Canal da Federalização | Como é de conhecimento de todos os Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias do Brasil, atualmente as duas categoria convivem com um grande drama, que envolve o não pagamento do Reajuste do Piso Nacional, em valor equivalente a R$ 1.750. Veremos adiante que a onda de ataques contra a CONACS, que se iniciou há alguns meses, tem sinalizado aos políticos que as duas categorias estão divididas, enfraquecidas e vulnerável. Isso tem refletido diretamente na impossibilidade dos agentes avançarem em suas pautas.
-
-
CONACS - Confederação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde agendou para o dia 16 de março de 2022, uma grande Mobilização em Brasília. O objetivo do evento é garantir o reajuste do Piso Nacional para o valor de R$ 1.750. Reajuste já aprovado pelo Congresso Nacional, conforme ser de amplo conhecimento de toda a categoria. 

CONACS  é uma instituição com mais de 23 anos de articulações a nível nacional, visando garantir as pautas dos ACS/ACE.  Ela foi responsável pelas maiores conquistas voltados aos ACS/ACE até os dias de hoje. Como veremos mais adiante.

Até hoje, nenhuma outra instituição conseguiu chegar perto dos feitos da CONACS. Contudo, ex-diretores da Confederação, descontes e com rancor, criaram uma Associação para dividir a categoria e enfraquecer a luta nacional. O resultado tem sido desastroso, ou seja, nenhuma das duas categorias conseguem avançar em suas pautas, nem mesmo a garantira do Reajuste do Piso Nacional, que já foi aprovado pelo Congresso Nacional, graças as articulações da Confederação. 
-
-
Os ataques contra a CONACS
Em matérias anteriores alertamos sobre a possibilidade de novos ataques contra a CONACS, exatamente como foi feito nos últimos 6 meses do final do ano passado. Esses ataques estão prejudicando as 2 categorias, informando aos políticos de que há uma divisão e que as categorias estão vulneráveis á exploração política. Qual a outra justificativa para o não pagamento do Reajuste do Piso Nacional, já garantido no Congresso? 

Ataque realizado pela parceira da Associação Fnaras
Cláudia Almeida, uma ACE afastada das atividade em Macaé/RJ, desconhecida a nível nacional, mas, que se aproveitou da Ideia Legislativa criada por Jeison Caetano, um ACE da cidade de Araruama/RJ para se promover com pretensões políticas, inclusive, já foi candidata a vereadora (obtendo apenas algumas dezenas de votos). A Cláudia é conhecida por um limitado grupo de colegas pelo Whatsapp, inclusive, por ter um distúrbio conhecido como mitômano. Que é aquela pessoa que mente compulsivamente, sejam pequenas mentiras “inofensivas” até histórias mirabolantes extremamente detalhadas. Ela já apareceu em Live da Fnaras declarando que era administradora de 600 grupos de WhastsApp. Na verdade, ela administra algumas dezenas de grupos. Alguns desses grupos ela obteve, após excluir o criador, que confiou nela, quando a colocou como administradora.
-
-
Cláudia tem provocado divisão entre a categoria, a deixando confusa. No print acima é possível presenciar uma das muitas mentiras dela

O dia "D" programado pela CONACS desde o ano passado não será quase no final do mês. A data é 16 de março. Faltando 15 dias para o termino do mês. É assim, por meio de pequena e grandes mentiras que a categoria há a tentativa de usar a categoria como massa de manobra, inclusive, com fins políticos. Visando a auto promoção para captação de votos em eleições futuras.
-
-
Após a CONACS criar o dia "D", em defesa do Reajuste do Piso Nacional em Brasília, a FNARAS copiou, criando um novo dia "D." Assim como tem copiado o padrão de trabalho da Confederação. 

A tentativa de uso político da categoria tem causado impedimentos diversos no avanço das pautas que deveriam beneficiar aos ACS/ACE. Infelizmente essa é a realidade!


Ela mesma diz que é conhecida como Taja Preta. Como se vê, não é por menos!

Somado o distúrbio das mentiras com a arrogância, ela terminou provocando um racha entre os defensores da Federalização. Ela chegou a excluir um dos criados de vários grupos de Whatsapp, voltados à Federalização, excluiu aos ACS/ACE que discordasse dela (até hoje, que não obedece as "leis" que ela cria, é excluído). Ela também criou sozinha uma nova comissão voltada ao movimento, escolhendo a dedo cada membro. O principal requisito é a aceitação da superioridade dela.  

-
-
Alguns dos ataques mais recentes contra a CONACS:



-
-
Conquistas históricas obtidas pela CONACS com o apoio da categoria:

— EC 51, que deu origem à Lei Federal 11.350/2006, garantindo a regulamentação (efetivação) de milhares de agentes comunitários e de combate às endemias;

— Lei Federal 13.342/2016, que garante o Incentivo Adicional de Insalubridade sobre o salário base;

— Lei Federal 12.994/2014, que garante o Piso Salarial Nacional. Infelizmente congelado por quase 5 anos pelo Governo Federal. Contudo, ainda hoje representa uma conquista, faltando garantir um valor justo, que seria 2 salários. Como propõe a PEC 22;

— Lei Federal 13.708/2018, que garantiu o reajuste do Piso Nacional de R$ 1.014 para R$ 1.550 (pago em 3 vezes);

— Lei Federal 13.595/2018, que fortalece a categoria, garantindo uma série de direitos, inclusive, a formação técnica dos ACS/ACE, garantindo um investimento milionário por parte do Governo Federal. Entre outras conquistas. 

Ao longo dos anos vários vetos presidenciais foram derrubados. Inclusive, a tentativa de extinguir o cargo de ACS. Ato abusivo que uso a Portaria 958 e 959, no primeiro semestre de 2016. Foi a CONACS que levou mais de 3.000 ACS/ACE à Brasília, derrubando a ideia de extinção dos agentes.
-
-
Autorizada a reprodução, desde que a fonte seja citada com o link da matéria.

JASB - Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil.
O jornalismo do JASB - Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil precisa de você para continuar marcando ponto na vida das pessoas. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de qualquer valor, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado! Veja como doar aqui! 
-
Lista das cidades que pagaram o Reajuste de R$ 1.750 do Piso Nacional dos ACS/ACE

        Em Pesquisa realizada pelo JASB, ACS/ACE informaram que várias Prefeituras já estão pagando o Reajuste do Piso Nacional em valor de R$ 1.750.     —  Foto/Reprodução.
 
Fique atento sobre as cidade que estão pagando o Reajuste do Piso Nacional. Ainda no dia 08 de janeiro de 2022, fizemos uma matéria exclusiva sobre a primeira cidade a declarar que pagaria o novo Reajuste do Piso Nacional aos ACS/ACE, em valor de R$ 1.750,  Veja a matéria completa, aqui!

-
-
Conteúdo relacionado:

Tecnologia do Blogger.